Anúncio 1

Últimos Posts

Filme da Vez:Os Oito Odiados(2016)

Você tem tempo para ouvir um história? É bem o climão desse filme. Confira no review abaixo




Nota imdb:
 8,1 (até o dia da postagem) (IMDb)

Título original: The Hateful Eight
Ano de Lançamento: 2015/6
Diretora: Quentin Tarantino
Estrelas: Samuel L. Jackson, Kurt Russell, Jennifer Jason Leigh(como a odiosa Daisy), Walton Goggins(com Chris Mannix), Demián Bichir(como Bob), Tim Roth(Oswaldo Mobray), Michael Madsen(Joe Gage), Bruce Dern(como o General Sandy Smithers), James Parks(como O.B. Jackson), Channing Tatum(como Jody) e outras estrelas.
Sinopse: Uma condenada está sendo transportada para ser enforcada e no meio do caminho há uma nevasca que serve de motivo que outras pessoas se juntem e fiquem em um casa por no mínimo três dias. O problema:todas elas se odeiam.


Todo mundo sabe que o melhor que Quentin Tarantino pode oferecer em seus filmes é justamente o dialogo. Sim, há cenas de ação e muito sangue. Muito sangue! Isso são marcas registradas dele. Mas basicamente o que ele se destaca em suas obras são justamente os diálogos. E isso o filme tem de montão. Os fãs dele vão se esbaldar.

Como já se sabe, o filme teve que ser mudado já em um estado avançado de produção por um vazamento de roteiro. Aliás o Ricardo Darín justamente recusou o papel de mexicano traficante justamente nesse filme. Mas hey, temos excelentes atores...Outros que já são velhos conhecidos do diretor... Há um show por parte do Samuel "Fucking" Jackson, porém também do Kurt, do caipira Walton Goggins e também Tim Roth. E divertidas contribuições de Jennifer que é a Geni do filme e do Bob mexicano.

O plot é o seguinte:uma condenada (Daisy Domergue) está sendo levada para uma cidade para ser enforcada e por um golpe de sorte uma nevasca faz com que mais pessoas tenham que passar ao menos 3 dias juntas em uma casa. O problema é que essas pessoas tem motivos para se odiarem. E há um prêmio gordo para que ela seja enforcada. Coincidência todas essas pessoas se encontrarem? Calma, que o filme vai explicar isso com muita calma.

Só que há um probleminha. Você tem que ter muito tempo. Alias o ideal era ver em casa, bem confortável. Porque o filme não tem pressa. Quem nem nos filmes dos anos 70. Na verdade esse filme tem uma construção bem curiosa. Há três versões: 167, 187 e 175 minutos. Aparentemente para as cabines de imprensa foi mostrada a versão de 167 minutos. E o mexido foi ver justamente a versão de 187 minutos. Mas, hey, isso não significa que o filme se tornou ruim. Porém, a impressão que fica é de um excelente guizado só que com água demais. Você tem que tomar muito para poder ficar satisfeito, contudo ficaria melhor sem tanta água(valeu Maik! :P)). Ou, sendo negativo, ele tem que ser lento como "melaço"? Provavelmente não.

E sim, em três horas você vai ver excelentes diálogos. Alguns realmente que pagam o filme. E alguns definitivamente revisitam várias obras de Quentin, naquele truque do micro-universo das obras dele. E criticas sobre a sociedade de hoje em dia. Fica ao gosto do freguês. E claro, situações bizarras como se espera desse diretor. Com um excelente bônus da trilha sonora ser assinada também por Ennio Morricone.  

Vale a pena, mas poderia ser mais objetivo. E isso é uma coisa irônica de eu dizer.




Lembrando que você pode nos acompanhar no FaceBook em https://www.facebook.com/MexidoDigital ou no twitter com @mexidodigital (https://www.twitter.com/MexidoDigital)




2 comentários: