Anúncio 1

Últimos Posts

Filme da vez: Nasce Uma Estrela (2018)

Um drama disfarçado de musical e capaz de agradar um público mais amplo com a atuação marcante dos protagonistas
                                                                                                        
Nota IMDb: 7,9 (até o dia da postagem) (IMDb)
Título original: A Star is Born
Ano de Lançamento: 2018
Diretor:  Bradley Cooper
Estrelas:   Lady Gaga, Bradley Cooper, Sam Elliott 
Sinopse: Jackson Maine (Bradley Cooper) é um cantor no auge da fama. Um dia, após deixar uma apresentação, ele para em um bar para beber algo. É quando conhece Ally (Lady Gaga), uma insegura cantora que ganha a vida trabalhando em um restaurante. Jackson se encanta pela mulher e seu talento, decidindo acolhê-la debaixo de suas asas. Ao mesmo tempo em que Ally ascende ao estrelato, Jackson vive uma crise pessoal e profissional devido aos problemas com o álcool.
Crítica: Michael

Em primeiro lugar devo confessar que não sou fã de musicais, muito pelo contrário. Com raras exceções, eu evito esse gênero. Porém, quando o filme usa a música como pano de fundo para contar a história e ela se funde no contexto do filme, o resultado para mim soa muito mais agradável. E é justamente isso que acontece com 'Nasce Uma Estrela', filme sensação de 2018 que traz uma irreconhecível Lady Gaga e que foi indicado a nove categorias do Oscar.

A história não é nova, muito pelo contrário, ela já veio para o cinema em três outras ocasiões no passado: 1937, 1954 e 1977. Porém, apenas no último de 1977 ela teve a mesma forma da atual, onde o casal de protagonistas são cantores. Acompanhamos Jackson Maine, um cantor country no auge da carreira, mas que vive sérios problemas de depressão e dependência de álcool e drogas. Um dia, ele conhece a talentosa cantora Ally em um bar e os dois começam um relacionamento conturbado por conta das recaídas de Jackson. Como disse antes, a forma escolhida para inserir a música no filme é bastante transparente, mostrando os artistas performando no palco ou em momentos de "improviso" durante algumas cenas, o que faz com que este filme seja quase um "musical disfarçado" e acabe atingindo também o público que não gosta tanto do gênero. Ainda assim, as músicas possuem papel integral na trama e suas letras ajudam a contar mais sobre os protagonistas e seu relacionamento. Vemos Jackson sem consumido por seus demônios enquanto Ally ascende ao estrelato e a relação dos dois caminha para o abismo. Alguns temas polêmicos como dependência química de artistas famosos e o impacto da fama também são retratados abertamente.

Uma das grandes surpresas para fim foi saber que ele foi dirigido e estrelado por Bradley Cooper, ator já estabelecido em Hollywood que começa a se aventurar atrás das câmeras. Pela recepção da crítica e público, ele mostra ter potencial. Da mesma forma, como ator ele mais uma vez mostra grande talento e capacidade dramática. No entanto, que rouba a cena mesmo é Lady Gaga.Além de um química fantástica com Bradley, ela está simplesmente irreconhecível e longe da figura caricata da cantora pop, com um visual bastante humanizado e surpreendentemente simples. Ainda que isso pareça ter sigo uma exigência do papel, não retira os méritos dela por se abrir completamente. Além disso, ela mostra um talento nato para a interpretação e convence em todos os momentos dramáticos para a surpresa daqueles que achavam que ela havia sido escolhida apenas pelas partes musicais. E por falar em música, ela sobra em todas as suas interpretações e ofusca completamente Bradley Cooper que se esforçou para não atrapalhar demais. Tanto que ela foi indicada não só a melhor atriz como também concorre na categoria de melhor música.

Mesmo que este filme seja um drama com uma temática pesada e até trágica, o elemento musical acaba aliviando essa carga e ajudando a digerir tudo de uma maneira mais tranquila. O fato dele também ter o poder de agradar um público mais amplo pela sua abordagem musical leve favorece sua recomendação para todos os interessados no tema. Por fim, fica a expectativa de saber se ele será coroado pela Academia, o impacto que isso terá na carreira de diretor de Bradley Cooper e se Lady Gaga continuará investindo na sua carreira de atriz depois de um começo tão positivo e revelador.

Lembrando que você pode nos acompanhar no FaceBook em https://www.facebook.com/MexidoDigital ou no twitter com @mexidodigital (https://www.twitter.com/MexidoDigital)

Nenhum comentário