Anúncio 1

Últimos Posts

Filme da vez: Rocky IV - Versão do Diretor (2021)

Um dos capítulos mais marcantes da saga de Rocky Balboa ganha uma versão que eleva seu poder dramático

                                                                                                                

Nota IMDb: 7,9 (até o dia da postagem) (IMDb)
Título original: Rocky IV: Rocky vs Drago - The Ultimate Director's Cut
Ano de Lançamento: 2021
Diretor: Sylvester Stallone
Estrelas: Sylvester Stallone, Talia Shire, Burt Young, Dolph Lundgren
Sinopse: Depois de recuperar o título de campeão de boxe, Rocky Balboa planeja se aposentar e viver com sua esposa, Adrian. No entanto, durante uma exibição, o amigo de Rocky, Apollo Creed, é impiedosamente espancado até a morte pelo desmedido russo recém-chegado Ivan Drago. Assim, Rocky decide ir até a União Soviética para enfrentá-lo e vingar o amigo em uma luta no dia de Natal.

Crítica: Michael

A franquia do Rocky já gerou oito filmes no cinema e é considerada uma das maiores obras motivacionais de todos os tempos. Seja através de sua trilha sonora inspirada ou de suas famosas montagens de treinamento, a história do boxeador que saiu do anonimato para virar um grande campeão é um dos contos de superação mais reverenciados do cinema. Fui pego de surpresa com a anúncio do lançamento de uma versão de diretor do quarto filme da série, mas depois de assistir posso dizer que ela realmente consegue corrigir muito do que o filme tinha de ruim e recontar de maneira mais emocionante um dos capítulos mais marcantes da saga de Rocky Balboa.

A história do filme lançado em 1985 não é surpresa para ninguém e conta a trágica morte de Apollo pelas mãos do russo Ivan Drago e a busca de Rocky para honrar seu amigo e também para provar que consegue superar seus medos. Mas quem esperar encontrar um filme com poucas modificações será frustrado de forma positiva. Me surpreendi com a quantidade de cenas alternativas que foram incluídas e também muito feliz com a exclusão de partes bem criticadas como a participação do famigerado robô e seu romance esquisito com Paulie.

A maturidade de Stallone aos setenta anos é refletida em sua visão como diretor e ele reconstrói o filme com um foco muito maior no drama da perda de Apollo e da superação de Rocky para enfrentar um adversário que parece invencível. Algumas cenas ganharam mais tempo para que o espectador sinta a emoção dos personagens e outros elementos bem fundamentais à trama foram alterados para dar um novo significado, inclusive na famosa luta de Apollo contra Drago. A luta final também tem algumas alterações significativas e o final é expandido para manter o clímax da vitória. O resultado é bem positivo, retirando os momentos mais caricatos do filme e dando um tom mais sério a algumas partes, mas sem comprometer a diversão e o humor que foram bem usados na época.

E as mudanças não se limitam ao corte ou inclusão de novas cenas. A trilha sonora, apesar de continuar usando as mesmas músicas, ganha novos arranjos mais longos e traz alguns elementos inéditos. Até o visual do filme também recebe tratamento para tirar o excesso de saturação nas cores e dar um tom mais realista à película.

Mas mesmo com todas estas alterações, o filme continua sendo um produto indiscutível da época em que foi feito. E isso, para mim que sou fã, é algo importante. Não foram inseridos efeitos digitais nem nenhum outro "elemento estranho" visual que não tenha sido filmado na década de oitenta. Também não veremos uma versão shakespeariana de personagens que já não tinham profundidade como Drago. O filme, que é considerado um dos clássicos da franquia pela luta entre Drago e Rocky, uma das melhores coreografias do gênero, ganhou uma nova versão que respeita seu legado e eleva seus aspectos dramáticos mais interessantes. Simplesmente imperdível para qualquer fã de Rocky Balboa e resta saber se Stallone pretende fazer isso com algum outro de seus filmes.

Lembrando que você pode nos acompanhar no FaceBook em https://www.facebook.com/MexidoDigital ou no twitter com @mexidodigital (https://www.twitter.com/MexidoDigital)

Nenhum comentário