Anúncio 1

Últimos Posts

Eu faria assim: Última temporada do Dexter


Atenção: o texto é "spoiler free" para quem não assistiu à última temporada!

Eu acompanho a série Dexter desde o começo. Confesso que a princípio fiquei desconfiado e não achei que fosse gostar. Um serial killer de serial killers? Parecia algo impensável, mas esse se transformou em um dos seriados mais queridos dos últimos tempos. Explorando temas polêmicos e com um protagonista "anti-herói" como Breaking Bad, por muitos anos Dexter correspondeu às expectativas, mesmo com altos e baixos em algumas temporadas. Mas, ao contrário de Breaking Bad, que terminou sendo aclamado como um dos melhores seriados de todos os tempos, Dexter terminou sendo muito criticado em sua última temporada.

Realmente eu não gostei do desfecho e muito menos da oitava e última temporada como um todo. Por isso surgiu a ideia de escrever um "Eu faria assim" para tentar dar um desfecho melhor ao seriado. Quem ainda não assistiu aos últimos episódios, não precisa se preocupar, pois essa é uma criação minha e totalmente "spoiler free". Basta ter assistido à sétima temporada completa. A verdade é que acredito que haviam várias opções para terminar bem o seriado. Eu espero que o texto a seguir materialize uma dessas possibilidades:


Após matar Laguerta, Deb desaparece por algum tempo e deixa Dexter preocupado sem saber o que está acontecendo. Tudo parece voltar ao normal e Dexter retorna à sua rotina de caçar assassinos. No entanto, um dia Deb reaparece na casa do irmão para conversar com ele. Ela diz que se arrependeu de ter acobertado ele e de ter matado a Laguerta e que irá se entregar e denunciá-lo para as autoridades. Antes de sair, Deb dá um prazo de uma semana para seu irmão fugir ou se entregar espontaneamente. 

Dexter fica desesperado e não sabe o que fazer, pois está prestes a ter sua identidade assassina revelada e perder tudo aquilo que conquistou, inclusive o filho. Antes do prazo vencer, em um ato desesperado, ele rapta Deb e a leva para um "quarto de matança" onde planeja matá-la. Deb diz que não se importa e que esse seria o único jeito de impedir que ela falasse. Mas Dexter não consegue e desiste, deixando sua irmã ir embora ilesa.

No prazo determinado, Deb aparece na delegacia para se entregar. Dexter deixa seu filho Harrison com os avós e foge para evitar ser pego. Depois de confessar a morte da sua superior e revelar a identidade do irmão, Deb é presa. A notícia ganha destaque nacional e uma busca sem precedentes é lançada para capturar Dexter. Depois de vários dias foragido, ele finalmente é encontrado e trazido às autoridades.

O julgamento de Dexter é o evento de maior repercussão no país e a mídia mostra cada detalhe. Acusado de inúmeros crimes, inclusive a morte do policial James Doakes, o réu só consegue ser culpado devido ao testemunho de sua irmã, que confessa o assassinato de Laguerta e conta tudo o que sabe sobre Dexter. Ele é então condenado à pena de morte por injeção letal.

Enquanto Dexter aguarda sua execução, um novo serial killer começa a atuar em Miami. Conhecido como "Matador de policiais", o assassino sempre usa usa veneno e escolhe apenas policiais do mesmo distrito de Dexter e Deb. Mais de dez policiais são mortos e o caso ganha projeção. A última vítima do assassino acaba sendo ex-capitão Tom Mathews, que morre em sua cassa após grave envenenamento. Após isso, um bilhete chega à delegacia dizendo o próximo alvo é o tenente Baptista e que as mortes só irão parar se Dexter for solto.

As autoridades decidem pedir ajuda a Dexter para prender o assassino. Ele concorda em auxiliar na captura, mas somente se Deb for solta e inocentada de todas as acusações. A polícia aceita o acordo, mas somente irá cumpri-lo se Dexter entregar o assassino e voltar para cumprir sua sentença . Depois, novas instruções chegam em um bilhete que marca um encontro de Dexter com o assassino, com a condição de que ele vá sozinho.

No dia e hora marcados, Dexter vai sozinho até o lugar marcado. Depois de ter certeza que era seguro, o assassino se revela. Hannah Mckay aparece para um Dexter surpreso. Ela diz que depois que saiu da prisão descobriu o que havia acontecido com Dexter e decidiu ajudá-lo. Ela fala que agora os dois podem fugir e ficar juntos pelo resto da vida. Neste momento, Dexter vacila e pensa se deve aceitar ou não o convide de Hannah. Mesmo tentado, ele decide pela primeira vez fazer a coisa certa e salvar Deb. Dexter luta com Hannah e a prende, entregando-a às autoridades e cumprindo o acordo.

Hannah é condenada à prisão perpétua pelos crimes cometidos. Deb é solta e desiste da carreira policial.  Ela volta seu relacionamento com Quinn e os dois se casam. Em uma última visita a seu irmão, ela recebe a tarefa de cuidar de Harrison e impedir que ele se torne um monstro como o pai. No dia da sua execução, Dexter fica diante de seus ex-colegas de policia e em suas últimas palavras diz que nem seu pai nem Deb tiveram culpa e que ele era o único responsável pelos seus atos. Tranquilo e resignado, Dexter é executado aceitando pagar o preço por ter tentado fazer algo que considerava útil com sua sede de matança.

Um comentário:

  1. Ta aí... Já curte sem ter visto o final da série! :P Agora é se preparar para a (desapontadora) realidade...:P

    ResponderExcluir